Seja bem vindo !
CULTS E RARIDADES MUSICAIS
UM SITE DIRECIONADO A QUEM PROCURA DICAS E INFORMAÇÕES SOBRE MÚSICAS E LANÇAMENTOS EM CD DE GRUPOS E/OU INTÉRPRETES CONSIDERADOS "CULTS" OU ELITISTAS E DE ALTÍSSIMA QUALIDADE, EM TODAS AS ÁREAS DA MÚSICA POPULAR: ROCK ALTERNATIVO(INDIE), INDIE LO-FI, JAZZ, BOSSA NOVA, MÚSICA ELETRÔNICA, R&B, WORLD MUSIC, ETC...
Tradutor do Google
CURTA nossa página no Facebook

TOP 10

     " Clique abaixo na música
      escolhida para escutá-la "

DISCOS DO MÊS

SHOWS

ALTA FIDELIDADE

TELEGRÁFICAS URGENTES

HALL OF FAME

ARTES E CINEMA

BIOGRAFIAS

FILOSOFIA, POLÍTICA, SAÚDE & OUTRAS CIÊNCIAS

POESIAS PESSOAIS

OUTRAS RESENHAS

NEW AGE

ARTES & CINEMA
17/10/2015

Exposição do Pintor e Escultor Joan Miró no MASC de Florianópolis

JOAN MIRÓ - "A Força da Matéria"


JOAN MIRÓ - "A Força da Matéria"

 

 

 

A  exposição  JOAN  MIRÓ  -  A Força  da  Matéria,  composta de peças pertencentes à Fundação Joan Miró de Barcelona e a algumas peças pessoais da família do artista, que,  depois  de  ter  sido mostrada  em  S. Paulo, no Instituto Tomie  Ohtake, está em exposição em Florianópolis, no MASC (Museu de Arte de Santa Catarina), onde deverá permanecer até 15/11/2015.

 

 

Joan Miró foi um importante pintor e escultor espanhol que nasceu em 1893, na Catalunha, e ainda muito jovem participou das vanguardas artísticas que agitaram a vida cultural espanhola no começo do século 20. Desde o início, praticou uma pintura de colorido intenso, com forte influência do movimento fauvista, que na França teve como principais expoentes Henry Matisse  e Maurice de Vlaminck. 

 

 

Assim como foi feito em S. Paulo, a exposição em Florianópolis está dividida em três grandes blocos cronológicos que coincidem com momentos vitais do artista: anos 30 e 40, anos 50 e 60 e anos 70. Como o título já indica, é uma mostra que se pauta , principalmente, pelo modo como o artista lida com as diferentes técnicas – como a pintura e a escultura – e dá ênfase aos materiais utilizados por ele e como são empregados, destacando suas resistências e possibilidades.

 

Além de possibilitar o acesso aos processos de criação de Joan Miró, a exposição vale-se de um amplo recorte de toda a sua obra, uma retrospectiva que abrange desde as suas fases iniciais nos anos 30 até aos finais de sua carreira na década de 1980. Assim, é possível ver os desdobramentos da pesquisa que ele desenvolveu em mais de 50 anos de produção, e que ficou conhecida pelo uso das cores primárias – sobretudo o preto, o vermelho, o amarelo e o azul - , pela presença marcante de um traço preto, ora caligráfico,ora próprio do desenho, pela espontaneidade latente nos processos do artista e pelo embate com os mais diversos materiais,de telas a objetos encontrados, pedaços de madeira e tecidos.

 

Numa obra clássica, mas que diverge dos cânones comuns e que bebe sempre nas influências do surrealismo  e  se aproxima da arte primitiva, ele utiliza à exaustão temas ligados à cultura mediterrânea de sua Barcelona natal: a mulher como fonte de vida e de fertilidade, os astros que marcam o transcorrer do tempo e o ciclo da vida e os seres alados que sinalizam o meio caminho entre a essência divina e a terrena. Todos esses variados processos poderão ser apreciados e compreendidos pelos vídeos presentes na exposição, que destacam a relação de Miró com as suas composições.

 

 

 

 

A liberdade foi, durante toda a sua vida, um modo de pensar e de pintar. Ele morreu aos 90 anos, em Palma de Maiorca, na Espanha, rico e bem-sucedido, celebrado em todo o mundo como um dos maiores artistas do século 20. 

 

 

 

 







46 post(s) encontrado(s)

[1] [2] [3] [Próxima]


REDE SOCIAL


CURTA nossa página no Facebook    

NAVEGAÇÃO

CONTATO

 

PAULO MONTEIRO

(11) 98664-8381

(48) 9629-4000

cultseraridades@gmail.com