Seja bem vindo !
CULTS E RARIDADES MUSICAIS
UM SITE DIRECIONADO A QUEM PROCURA DICAS E INFORMAÇÕES SOBRE MÚSICAS E LANÇAMENTOS EM CD DE GRUPOS E/OU INTÉRPRETES CONSIDERADOS "CULTS" OU ELITISTAS E DE ALTÍSSIMA QUALIDADE, EM TODAS AS ÁREAS DA MÚSICA POPULAR: ROCK ALTERNATIVO(INDIE), INDIE LO-FI, JAZZ, BOSSA NOVA, MÚSICA ELETRÔNICA, R&B, WORLD MUSIC, ETC...
Tradutor do Google
CURTA nossa página no Facebook

TOP 10

     " Clique abaixo na música
      escolhida para escutá-la "

DISCOS DO MÊS

SHOWS

ALTA FIDELIDADE

TELEGRÁFICAS URGENTES

HALL OF FAME

ARTES E CINEMA

BIOGRAFIAS

FILOSOFIA, POLÍTICA, SAÚDE & OUTRAS CIÊNCIAS

POESIAS PESSOAIS

OUTRAS RESENHAS

NEW AGE

HALL OF FAME
16/01/2014

Os que passaram "Quase" despercebidos

SANDY DENNY (1947 - 1978)


SANDY DENNY (1947 - 1978)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Escute  a  voz  espetacular  de  Sandy Denny  com  o  Fotheringay   em "Banks of the Nile" : 

 

 

 

Uma das vozes mais belas que já passou por este plano pertence à inglesa Sandy Denny, um cometa de brilho intenso e fugaz, como o mais belo dos corpos estelares que riscam os céus de séculos em séculos para deslumbrar a privilegiada assistência, e somem prematuramente na imensidão do cosmos, mas deixam para sempre na memória  o registro de sua fulgurante passagem..

Na verdade, incluir Sandy nesta seção cujo objetivo é homenagear astros que passaram “quase”despercebidos” soa um tanto forçado já que na terra da  rainha falar de “folk” inglês sem falar em Sandy Denny ou Fairport Convention – grupo que a celebrizou -  é como viver na Inglaterra e não saber inglês; só que nós não estamos nas Ilhas Britânicas e, em nosso país, o nome de Sandy Denny ainda pode soar estranho a uma grande maioria de pessoas. Antes de integrar o grupo, Sandy Denny – que cantava desde o início da década de 1960 – gravou com a banda Strawbs, que mais tarde  enveredou pelo rock progressivo, onde teve também em seu cast músicos como Rick Wakeman; a aproximação da cantora com o Fairport Convention aconteceu em 1968. Na época, o Fairport era considerado um dos maiores expoentes da “folk music”, e foi com eles que Sandy gravou discos como “What We Did on Our Holydays”, “Unfalfbricking”  e “Liege and Lief”, três álbuns clássicos do “folk”  britânico, que alçaram a carreira de Sandy Denny às nuvens. A mulher cantava muito, compunha demais, tocava vários instrumentos, um talento inesgotável que se chocou com sua personalidade um tanto desequilibrada. Alguém  por  aí  já  não  escutou  essa  história  antes???????????

Apesar do sucesso imenso ao lado do Fairport Convention, a cantora decidiu – influenciada e apaixonada por Trevor Lucas, um dos membros do grupo -, abandonar o grupo ao lado do músico no final de 1969 para formar a banda Fotheringay, lançando o primeiro disco da banda, homônimo, no ano seguinte, um dos discos mais espetaculares e, paradoxalmente, mais esquecidos e subestimados da história do “folk” inglês. ”Fotheringay”, o disco, inicia de forma muito bonita com as pérolas “Nothing More” e “The Sea” ambas da autoria de Sandy Denny e nas quais ela exibe toda a beleza de seu vocal. Seguem-se as ótimas "Winter Winds" e "Peace in the End". Para o lado B do vinil ficaram reservadas as ótimas “The Pond and the Stream” e “Too Much of Nothing” (composta por Dylan e gravada por ele e pela The Band no clássico “Basement Tapes”. Fechando o álbum, uma esplendorosa parceria do casal: “Banks of the Nile”.
Apesar do ótimo resultado registrado em disco, a vida particular do casal mostra sinais de desgaste. Sandy e Trevor – já casados – vivem uma relação tempestuosa, que incluí envolvimento com álcool e drogas, e pressionados pela gravadora (que não consegue transformar o Fotheringay em uma banda de sucesso com o Fairport Convention) decidem por fim ao grupo. No ano seguinte, Sandy parte para carreira solo com a gravação do bonito álbum The Nort Star Grassman and the Ravens, que não chega a ser um sucesso, e encontra tempo para aceitar um convite do cantor Robert Plant, que apaixonado pela voz e pelo estilo de Sandy, a convida para participar da gravação de uma faixa do álbum Led Zeppelin IV ( o mesmo que tem o mega-sucesso "Stairway to heaven") . Sandy marca presença cantando em "Battle of Evermore" em um dos álbuns de maior sucesso do Zepp.

Após algumas andanças, a cantora volta aos braços do Fairport lançando os álbuns “Live Convention” e “Rising for the Moon” para novamente sair em 1976. Um ano depois, ela lança o maravilhoso “Like an Old Fashioned Waltz”, que é seguido por “Rendezvous”. Em abril de 1978, quase um mês após cair de uma escada, durante o período de uma separação de Trevor Lucas (que levou a filha do casal para a Austrália), é diagnosticada uma hemorragia cerebral que a leva ao estado de coma e à morte precoce aos 31 anos.







26 telegrfica(s) encontrada(s)

[1] [2] [Próxima]


REDE SOCIAL


CURTA nossa página no Facebook    

NAVEGAÇÃO

CONTATO

 

PAULO MONTEIRO

(11) 98664-8381

(48) 9629-4000

cultseraridades@gmail.com