Seja bem vindo !
CULTS E RARIDADES MUSICAIS
UM SITE DIRECIONADO A QUEM PROCURA DICAS E INFORMAÇÕES SOBRE MÚSICAS E LANÇAMENTOS EM CD DE GRUPOS E/OU INTÉRPRETES CONSIDERADOS "CULTS" OU ELITISTAS E DE ALTÍSSIMA QUALIDADE, EM TODAS AS ÁREAS DA MÚSICA POPULAR: ROCK ALTERNATIVO(INDIE), INDIE LO-FI, JAZZ, BOSSA NOVA, MÚSICA ELETRÔNICA, R&B, WORLD MUSIC, ETC...
Tradutor do Google
CURTA nossa página no Facebook

TOP 10

     " Clique abaixo na música
      escolhida para escutá-la "

DISCOS DO MÊS

SHOWS

ALTA FIDELIDADE

TELEGRÁFICAS URGENTES

HALL OF FAME

ARTES E CINEMA

BIOGRAFIAS

FILOSOFIA, POLÍTICA, SAÚDE & OUTRAS CIÊNCIAS

POESIAS PESSOAIS

OUTRAS RESENHAS

NEW AGE

HALL OF FAME
14/11/2014

Os que passaram "quase" despercebidos

KENNY RANKIN (1940 - 2009)


KENNY RANKIN (1940 - 2009)

 

 

 

 

 

 

 

Embora esteja longe de ter passado despercebido nos States  e  nos círculos jazzísticos mais esclarecidos,  esse angeleno  mais identificado com o meio musical nova-iorquino, merece figurar na seção “os que passaram quase despercebidos”, não só por ser praticamente desconhecido do grande público brasileiro, mas sobretudo por ser um “crooner  dos crooners”.

 

No início de sua carreira, nos anos 60/70, Kenny Rankin explorou as  sonoridades  do POP com pitadas de “folk”, usando  em  grande  parte  o seu talento como compositor; é dessa época a música “Peaceful” , incluída em seu álbum de estreia , “Mind Dusters” de 1967  e  talvez  um de seus maiores sucessos comerciais.

 

A partir dos anos 90, no entanto, sua carreira musical se inclinou cada vez mais em direção ao “jazz”, sua verdadeira preferência musical, e teve  colaboradores do naipe de Alan Broadbent e Mike Wofford; com a suavidade característica de  sua  voz  e sua guitarra acústica, ele notabilizou-se também por imprimir personalidade própria a composições de outros autores e, em determinados casos conseguiu “apropriar-se” de várias composições de outros artistas, notadamente da dupla Lennon/MacCartney, de quem tem várias gravações antológicas. De 1997 Profundamente interessado pela música brasileira, Kenny Rankin chegou a gravar no Rio de Janeiro seu cd de 1997, “Here in my heart”, no qual foi acompanhado por jazzistas como Ernie Watts e Michael Brecker.

 

Kenny Rankin manteve uma parceria de vários anos, tanto musical quanto de cama, com o comediante George Carlin; pouco após ter cantado no memorial de Carlin, em 2008, Kenny Rankin veio a falecer de câncer de pulmão, em 2009.

 

Deixou ao mundo um legado de sensibilidade e de elegância dificilmente igualados no cenário musical.

 

 

 

DISCOGRAFIA  BÁSICA

 

  • Mind-Dusters (1967)
  • Family (1970)
  • Like a Seed (1972)
  • Silver Morning (1974)
  • Inside (1975)
  • The Kenny Rankin Album (1976)
  • After the Roses (1980)
  • Hiding in Myself (1988)
  • Because of You (1991)
  • Professional Dreamer (1994)
  • Here in My Heart (1997)
  • A Christmas Album (1999)
  • A Song for You (2002)

 

Compilações

  • Peaceful: The Best of Kenny Rankin (1996)







26 telegrfica(s) encontrada(s)

[1] [2] [Próxima]


REDE SOCIAL


CURTA nossa página no Facebook    

NAVEGAÇÃO

CONTATO

 

PAULO MONTEIRO

(11) 98664-8381

(48) 9629-4000

cultseraridades@gmail.com